EnglishPortugueseSpanish

O Facebook fez uma atualização em seu aplicativo nesta terça-feira, 6, para que o Feed de Notícias dos usuários funcione de forma eficiente até mesmo em conexões de baixa velocidade.  

A seleção do que deve ou não aparecer para cada um será feita por meio da Classe de Conexão de Rede, uma biblioteca de código aberto que determina o quão rápida é a sua conexão. Após identificar qual é a velocidade de sua, eles escolherão se poderam mostrar histórias mais pesadas, como fotos e vídeos, ou priorizar as mais leves, como atualizações de status e links com artigos de texto.

publicidade

Também serão priorizadas as coisas que o usuário está vendo, ou seja, se ele estiver lendo um post, o fim dele será carregado antes da próxima história no feed. O mesmo acontecerá para as fotos que aparecerem. Além disso, eles mudaram o formato das imagens para Progressive JPEG, o que permite que o usuário consiga ver foto em baixa qualidade enquanto o download ainda está em andamento.

Eles decidiram fazer essa atualização para facilitar a navegação dos usuários que estão em lugares com conexão fraca, como 2G. Eles pretendem fazer com que isso atraia ainda mais usuários nesses locais. O diretor de engenharia do Facebook, Tom Alison, afirmou que: “O Feed de Notícias é um produto que você tende a querer verificar regularmente durante todo o dia, e isso não é possível quando é lento para carregar”.

Outra mudança feita envolve a forma como o Feed aparecerá para os usuários quando não houver conexão com a intenet. Ao invés de aparecer um espaço em branco, conteúdos que já haviam sido carregados em uma visita anterior, mas que o usuário ainda não tinha visto aparecerão. Também serão mostrados conteúdos já vistos, mas que sofreram algum tipo de modificação (edição, curtidas ou comentários).