EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A cada dia que passa estamos mais perto de vivermos em um mundo onde a tarefa de dirigir um veículo estará extinta. Em algumas décadas, poderemos viver rodeados de carros autônomos pilotados automaticamente. A lista abaixo mostra alguns motivos pelos quais os carros autônomos irão dominar o mercado.

Aumento da produtividade

publicidade

Reprodução

De acordo com o professor de economia da Kennesaw State University, Luc Noiset, os “driverless cars” poderão ser usados até como escritórios móveis, já que não precisam ser conduzidos. Eles também irão contribuir para a diminuição do trânsito e para a redução dos acidentes.

Novos empregos

Reprodução

publicidade

É bem verdade que alguns empregos, tais como de motoristas e profissionais de vallet, serão extintos. No entanto, novas funções serão criadas para a manutenção dos componentes que controlam os carros de forma computadorizada.

Preço de produtos poderá cair

Reprodução

Se os carros forem pilotados de forma autônoma, nada irá impedir que caminhões também não possam ser. Há inclusive um projeto da Mercedez-Benz em parceria com o Google para fazer com que isso aconteça. Segundo Noiset, a prática poderia reduzir custos de logística das empresas e, com isso, possibilitar que elas reduzam os preços de seus produtos no mercado.

Seguro automotivo terá que se reinventar

Reprodução

As empresas que vendem pacotes de seguro para o caso de acidentes deverão passar por mudanças radicais caso queiram permanecer no mercado. Com carros mais seguros, a necessidade de ter um seguro contra acidentes é reduzida e muitos ex-motoristas podem abrir mão desse luxo. Além disso, algumas empresas fabricantes dos veículos, como a Volvo, já afirmaram que irão se responsabilizar por qualquer falha nos carros.

Extinção dos estacionamentos

Reprodução

É bem verdade que os estacionamentos ainda serão usados. No entanto, táxis e veículos destinados ao transporte público não precisarão estacionar por algumas horas, como acontece atualmente, para garantir o descanso do motorista. Esses veículos estarão sempre em movimento, o que irá permitir que alguns espaços antes destinados à estacionamentos possam dar lugar à casas e empresas.