EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Como costuma acontecer, o começo do mês chega cheio de novidades na Netflix. Apenas nos primeiros cinco dias de junho dessa primeira semana do mês, são dezenove estreias, entre séries, filmes e documentários.

Essa última categoria é o destaque dessa semana, já que nove documentários novos chegam ao serviço de streaming. Eles abordam assuntos bastante diversos e itneressantes, desde a primeira infância até o legado do nazismo na Alemanha, passando por carne bovina e até mesmo canibalismo. Confira abaixo: 

publicidade

Séries

Hibana: Spark temporada 1 (02/06)

Reprodução

Adaptação televisiva do romance Hibana, do autor japonês Naoki Matayoshi, indicado ao prêmio Mishima de literatura. A série mostra o encontro entre um jovem e um velho comediante que tentam usar o humor para entender o significado das coisas.

publicidade

 

The Glades – temporadas 1 a 4 (01/06)

O personagem central da série é um policial investigador que se recusa a se adaptar aos padrões que a polícia espera dele. mesmo com o seu estilo rebelde, no entanto, ele consegue resolver com tranquilidade e bom humor uma série de casos complexos.

Saving Grace – temporadas 1 a 3 (01/06)

Uma série sobre uam policial que provoca um acidente de carro mas ganhe de um anjo uma segunda chance de viver para se redimir na vida. Após esse momento, ela começa a encarar sua existência e seu trabalho de outra maneira.

 

Breakout Kings – temporadas 1 e 2 (01/06)

Dos produtores de “Prison Break”, “Breakout Kings” acompanha a história de um grupo de prisioneiros que é convocado a trabalhar com policiais para ajudar a capturar presos fugitivos em troca de reduções em suas penas.

 

Filmes

Magia ao Luar (01/06)

Do diretor Woody Allen e estrelando Emma Stone e Colin Firth, o filme conta a história de um mágico que é chamado para ajudar a desmascarar uma moça que diz ser médium. Com o tempo, no entanto, ele começa a duvidar das próprias habilidades.  

 

JFK: A Pergunta Que Não Quer Calar (01/06)

Com Kevin Costner, Kevin Bacon e Tommy Lee jones, o filme do diretor Oliver Stone fala sobre a investigação do caso do assassinato do presidente John F. Kennedy. Nele, um promotor de Nova Orleans descobre que nem tudo foi revelado pelo relatório oficial.  

 

Branco Sai, Preto Fica (01/06)

Mistura de documentário e ficção, o filme de Adirley Queirós, fala sobre um episódio de violência policial que ocorreu numa comunidade próxima a Brasília. Ele tem como protagonistas as vítimas dessa violência, e coloca-as como personagens de uma história de ficção científica num futuro distópico que dialoga com a atual realidade brasileira de preconceito, racismo, injustiça e desigualdade.

 

Wall Street: Money Never Sleeps (01/06)

Com Michael Douglas e Shia LaBeouf, o filme é uma sequência do original Wall Street, de 1987. LaBeouf interpreta um jovem investidor que decide se vingar pela prisão de seu mentor por fraude após ele sair da cadeia.

 

Ninfomaníaca – Volumes I e II (01/06)

Dois volumes de uma obra de mais de cinco horas do polêmico diretor Lars Von Trier, Ninfomaníaca tem como personagem principal uma mulher viciada em sexo. Além de contar a história da vida da personagem, os filmes mostram as diferentes visões e hipocrisias em torno da sexualidade na sociedade ocidental. 

 

De Repente Pai (01/06)

Vince Vaughn interpreta David Wozniak, um homem que, prestes a ter seu primeiro filho com sua esposa, descobre que já é pai de 533 pessoas por conta de um erro numa clínica de fertilização. 

 

Documentários e especiais

O Começo da Vida (01/06)

O documentário brasileiro entrevista cientistas, pedagogos e pais para falar sobre a primeira infância, um momento de extrema importância no desenvolvimento das crianças, e sobre como os cuidados nessa idade podem moldar os rumos da nossa sociedade.

 

Bo Bunrham: Make Happy (03/06)

O comediante e escritor Bo Burnham, que começou sua carreira como Youtuber, é personagem central de um especial da Netflix sobre seus espetáculos, nos quais ele fala sobre juventude, redes sociais e privilégios.

 

Ilegal (01/06)

O filme mostra a luta de uma mãe para conseguir a liberação de um remédio para sua filha. Por tratar-se de um medicamento derivado da maconha, no entanto, ela encontra dificuldades enormes na luta pelos direitos à saúde e ao bem-estar dela. 

 

Ghoul (01/06)

Metade docuemntário, metade filme de terror, Ghoul conta a história de três documentaristas que vão até a Ucrânia gravar um filme sobre um canibal que viveu lá durante a fome da década de 1930. Após realizar uma sessão espírita na antiga casa de um dos canibais, eles ficam presos na região. 

 

Steak (R)evolution (01/06)

Um documentário que discute o futuro da carne de boi no mundo. Steak (R)evolution explora as diferentes maneiras de se criar gado e seu impacto no sabor da carne e no meio ambiente.

 

Transfatty Lives (01/06)

Um filme de Patrick Sean O’Brien sobre ele mesmo e sua persona da internet, DJ Transfatty. O’Brien foi diagnosticado ainda jovem com Esclerose Lateral Amiotrófica, uma doença auto-imune degenerativa do sistema nervoso, e usou a internet como plataforma para ajudar a superá-la.

 

What Our Fathers Did: A Nazi Legacy (01/06)

Como é ser filho de alguns dos maiores genocidas da história da humanidade? Essa é a pergunta que guia esse documentário. Nele, são realizadas entrevistas com os filhos de diretores e figuras de destaque na política da Alemanha durante o nazismo. 

 

Can’t Stand Losing You: Sobrevivendo ao The Police (01/06)

Um documentário sobre a trajetória do The Police, banda responsável por músicas como “Every Breath You Take”, “Roxanne” e “Message in a Bottle”. O filme conta a história desde o começo da banda até o crescimento de sua popularidade, as brigas que levaram ao seu término e a reunião 20 anos depois.

 

(Dis)Honesty: The Truth About Lies (01/06)

Um documentário sobre mentiras, o filme explora uma questão curiosa: por que as pessoas mentem? Para isso, ele utiliza pesquisas e exemplos realizados por cientistas como o behaviorista Dan Ariely.