EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Revelada aqui no Olhar Digital de forma exclusiva no início de julho, a operação “OpOlympicHacking”, do grupo de ativistas virtuais Anonymous, começou de forma oficial nesta segunda-feira. Os hackers tiraram do ar o site do governo do Rio de Janeiro (https://www.rj.gov.br/) e vazaram o banco de dados da página nas redes sociais.

grupo já havia confirmado o início dos ataques pelas redes sociais contra instituições ligadas à competição. Os ativistas também tentaram retirar do ar o site oficial do evento, mas ele permanece online.

publicidade

Leia também:

Agora, o site do governo estadual do Rio de Janeiro permanece fora do ar e as informações contidas no banco de dados da página foram expostos nas mídias sociais. É possível descobrir o endereço de alguns e-mails de funcionários do Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio de Janeiro (Proderj), e do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

O motivo do ataque deve-se ao fato de que, na visão do Anonymous, o evento vende uma falsa felicidade e um falso sentimento de patriotismo. O grupo também critica a verba gasta com as Olímpiadas afirmando que o dinheiro poderia ser melhor aproveitado em saúde e educação.

publicidade