Cientistas do Brasil e do Reino Unido conseguiram fazer levitar uma bola de poliestireno 3,6 vezes maior que o comprimento de uma onda de ultrassom. Apesar da técnica de levitação através do som não ser nova, essa é a primeira vez que alguém consegue levitar um objeto maior que o comprimento da onda acústica.

A pesquisa foi comandada pelos pesquisadores Marco Andrade e Julio Adamowski da Universidade de São Paulo, no Brasil, juntamente com Anne Bernassau da Heriot-Watt University, em Edimburgo, Reino Unido.

publicidade

A equipe conseguiu o feito unindo vários transdutores de ultra-som para conseguir levitar um objeto maior que o comprimento da onda. De acordo com o informado pelos pesquisadores, um transdutor consegue levantar partículas de no máximo 4 milímetros; na pesquisa, eles conseguiram levitar um objeto de aproximadamente 14 milímetros.

A equipe explica que utiliza três transdutores em forma de tripé e que a capacidade de levitar o objeto ocorre porque os três produzem uma onda estacionária no espaço entre os transdutores e a esfera. Acredita-se que a descoberta auxilie na investigação sobre a levitação de objetos, que pode ser útil, por exemplo, para estudar líquidos no espaço e objetos muito quentes, como metal fundido.

Via Phys.org