Os planos da Agência Espacial Norte-Americana (NASA) há anos esbarram sempre no mesmo obstáculo: custos. As atividades da agência são pagas pelo governo dos EUA, e como todo financiamento público, nem sempre o dinheiro que chega aos cientistas é suficiente para as suas ambições.

O principal projeto da NASA, hoje, é levar seres humanos até o planeta Marte. Com isso em mente, um dos diretores da agência, Bill Hill, revelou que há planos para privatizar a Estação Espacial Internacional – ISS, plataforma estacionada na órbita da Terra que abriga astronautas de diversos países.

publicidade

“A NASA está tentando se desenvolver economicamente”, disse Hill em uma entrevista coletiva realizada na quarta-feira, 17. “Em última análise, nosso desejo é o de entregar a Estação Espacial para alguma entidade comercial ou empresa para que nossas pesquisas possam continuar em baixa órbita.”

A ideia é que um comprador interessado em explorar o potencial comercial da ISS possa assumir o controle da estação entre 2020 e 2030. O atual contrato da NASA com o governo dos EUA – que deveria acabar neste ano, mas foi renovado por Barack Obama -, dura apenas mais quatro anos.

Entre as possíveis compradoras da ISS está a SpaceX, empresa privada de pesquisas em viagens espaciais do bilionário investidor em ciência e tecnologia Elon Musk. A SpaceX já prestou serviços à NASA em missões até a ISS e também já demonstrou interesse em colocar seus próprios astronautas a bordo da estação.

Via Techcrunch