EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Após registrar queda de 3,6% na receita fiscal do terceiro trimestre e redução no volume de vendas em relação a 2015, a HP anunciou o corte de 1.000 vagas no período.

A venda de impressões anotou queda de 14% em relação ao ano passado, enquanto a receita gerada com a venda de sistemas pessoais se manteve igual. Dio Weisler, executivo-chefe da HP, atribuiu o mau momento à alta competitividade do setor em que a empresa atua.

publicidade

Com as 1.000 vagas cortadas com nesse trimestre, a HP já soma 2300 demissões ao longo do ano. Em outubro de 2015, a empresa contava com cerca de 287 mil funcionários e já havia anunciado em fevereiro deste ano que cortaria em média 3000 postos.

Via Reuters