Um jovem de 17 anos do Sri Lanka adotou um método nada convencional para fugir de uma prova nacional. Sob o pseudônimo de “The Sri Lankan Youth”, ele invadiu o site oficial do presidente Maithripala Sirisena e exigiu que os exames fossem reprogramados.

Ao invadir a página, o adolescente também exigiu que o governo melhore a segurança dos sites no país e pediu que o presidente “pare o trabalho irresponsável do primeiro ministro e preste mais atenção aos problemas dos jovens universitários”.

publicidade

SriLankaHacked

Pouco depois da invasão, o site foi retirado do ar e substituído por um aviso de “fora do ar”. Mais uma vez, o jovem hackeou a página novamente, restaurando a mensagem com suas exigências.
A solicitação não deu certo: o adolescente foi identificado e preso. Pelo crime, ele deve pagar uma multa de 300 mil rúpias (cerca de US$ 2 mil) e pode ficar até três anos na cadeia.

Via TheNextWeb