EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A notícia de que a bateria do Galaxy Note 7 poderia explodir enquanto carregava pegou a Samsung em cheio. Depois de anunciar que iria suspender a entrega do smartphone para alguns países, a empresa perdeu US$ 7 bilhões de mercado.

Além disso, as ações da empresa caíram à mínima em duas semanas. A sul-coreana contava com o Galaxy Note 7 para manter o forte desempenho no mercado de dispositivos móveis antes da estreia dos novos iPhones da Apple, que acontece na próxima semana.

publicidade

No ano passado, problemas de produção nas telas curvas para o Galaxy S6 Edge resultou em vendas decepcionantes e Samsung corre o risco de este cenário se repetir novamente este ano. “O lançamento da Apple coloca ainda mais pressão para que eles consigam conter isso rapidamente. O momento não poderia ter sido pior”, afirma o analista da IDC, Bryan Ma.

Apesar de estar evitando se posicionar sobre o assunto, fontes ainda informaram nesta quinta-feira, 1, que a empresa deve comunicar um recall do Galaxy Note 7 para resolver o problema com a bateria.

Via Reuters e Business Insider

publicidade