EnglishPortugueseSpanish
publicidade

As empresa 20th Century Fox e Fox 21 estão processando a Netflix porque, segundo elas, o serviço de streaming estaria entrando em contato com seus funcionários e incentivando-os a romper seus contratos com a Fox para ir trabalhar com eles. A informação foi confirmada por um porta-voz da Fox ao The Wrap.

“Entramos com esse processo porque acreditamos que a Netflix está desrespeitando a lei ao cortejar e incentivar funcionários da Fox a romper seus contratos”, disse o porta voz. “Pretendemos buscar todos os remédios possíveis para fazer valer nossos direitos e responsabilizar a Netflix por seu comportamento ilícito”, continuou.

publicidade

Mais especificamente, o processo cita os nomes de Marcos Waltenberg e Tara Flynn, vice-presidentes de marketing e criatividade, respectivamente. Segundo a Fox, ambos estavam sob contratos de dois anos com a Fox, que a empresa tinha direitos exclusivos de renovar. No entanto, a Netflix teria tomado consciência desses contratos e incentivado os funcionários a rompê-los, segundo a Fox. Waltenberg e Flynn ambos trabalham para a Netflix agora.

Compensação

No processo, a Fox solicita dinheiro na forma de danos compensatórios, além de eventuais danos punitivos que a corte julgue apropriada. Segundo o porta-voz, “a não ser que a Netflix seja restringida nas ações aqui descritas, a Fox continuará a sofrer danos grandes e irreparáveis”.

Por conta de seu modelo diferente de negócios, a Netflix já encontrou alguns empecilhos – embora essa seja a primeira vez que ela é processada por esse motivo em específico. A empresa também entrou em apuros jurídicos por causa da série Narcos e também foi cobrada pelos funcionários que são pagos para assistir a filmes e séries no serviço.

publicidade