EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Amos Genish, presidente-executivo da Telefônica Brasil, renunciou ao cargo na última sexta-feira, 7, de acordo com uma nota oficial enviada pela empresa nesta segunda-feira, 10.

Genish ocupava a posição desde março de 2015 e será substituído a partir de 1º de janeiro de 2017 por Eduardo Navarro de Carvalho, que atualmente trabalha como presidente do conselho da empresa.

publicidade

“Após concluir com sucesso esta fase inicial de transformação e integração, Amos Genish tomou a decisão de deixar a empresa até o final de 2016 por razões pessoais. Até lá, ele irá colaborar com Eduardo Navarro e a equipe de gestão para assegurar uma transição harmoniosa e produtiva para o Grupo no Brasil”, explica a empresa em um comunicado.

Polêmico

No ano passado, Genish acusou o WhatsApp de ser um aplicativo pirata e chegou a criticar a Anatel por seu posicionamento em relação ao aplicativo. A Anatel precisa sair da zona de conforto: ela disse que não quer atrapalhar inovações, solta frases clichês e não mergulha profundo no debate técnico e jurídico”, declarou.

Genish permanece no cargo até 31 de dezembro deste ano.

publicidade