EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Com uma missão tripulada a Marte nos planos da NASA, a agência espacial está gastando muito dinheiro e tempo pesquisando os efeitos da viagem espacial prolongada no corpo humano e os resultados não são os melhores possíveis.

Um novo estudo descobriu que a viagem espacial vai afetar a coluna vertebral dos astronautas, causando atrofia dos músculos que suportam a coluna.

publicidade

Os pesquisadores registraram aumento nas taxas de dor nas costas e doença do disco vertebral que tem sido associado com o voo espacial de longa duração. Os tripulantes usados nos testes passaram de quatro a sete meses em microgravidade e foram submetidos a exames de ressonância magnética da coluna antes e depois da missão.

Normalmente, os astronautas têm maior risco de sofrer com hérnia de disco durante os meses após um voo. No entanto, os exames mostraram atrofia muscular significativa da paravertebral durante o voo espacial, chegando a uma redução de 19% da área funcional do músculo. Além disso, dois meses depois da viagem apenas dois terços do músculo conseguiu se recuperar.

Via Slash Gear

publicidade