Pro

Facebook quer que os bots do Messenger fiquem mais inteligentes

14/11/16 13h40, atualizada em 14/11/16 13h56

No início deste ano, durante o F8 Conference, evento anual do Facebook voltado para desenvolvedores, o CEO Mark Zuckerberg detalhou um grande investimento em chatbots para o Messenger com o objetivo de mudar a forma como empresas e consumidores se comunicam.

Agora, o Facebook quer ajudar os desenvolvedores de software que criam bots a deixá-los mais inteligentes. A empresa anunciou, nesta segunda-feira, 14, que disponibilizará ferramentas de análise gratuitas à sua plataforma de mensagens.

Com as novas ferramentas, os desenvolvedores de 34 mil bots serão capazes de medir a demografia geral dos usuários de bots, como idade, sexo, nível de escolaridade, estado civil, renda familiar ou gastos no varejo. Isso significa que os robôs poderão ser adaptados de acordo com as características das pessoas que os utilizam.

Os desenvolvedores também serão capazes de visualizar relatórios sobre as mensagens enviadas e recebidas pelos bots, além de saber quem são as pessoas que bloquearam ou desbloquearam o recurso.

A princípio, a ferramenta será apenas para o Messenger. Mas, considerando a forma como os bots estão avançando para outras plataformas de comunicação, não seria surpresa se o Facebook expandisse o serviço de análise para outros aplicativos.

Além disso, a empresa informou que está aceitando desenvolvedores para o seu programa FBStart, que já conta com 9 mil membros. Eles recebem feedbacks da rede social sobre seus aplicativos, anúncios e bots.

Via CNET

-> WhatsApp: dicas, histórias e tudo o que você precisa saber
-> Facebook: confira a história e dicas para usar a rede social com segurança
-> Messenger: confira os principais recursos e dicas para usar o aplicativo

Deixe sua opinião
Tags