EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Plataformas de financiamento coletivo como o Kickstarter são lar para algumas das ideias mais mirabolantes da indústria de tecnologia. Especialmente porque os projetos apresentados lá são, normalmente, feitos por entusiastas mais livres para experimentar do que as grandes corporações.

Um bom exemplo disso é o ambicioso Vinci. Trata-se de um par de fones de ouvido inteligente que vem com uma tela sensível ao toque. A ideia da startup é que o headphone substitua seu celular, tocando música, consultando a previsão do tempo e até dando direções em uma rota no mapa.

publicidade

O Vinci roda uma versão customizada do Android e inclui também uma assistente pessoal baseada na Alexa, da Amazon. Além de tudo isso, o headphone pode funcionar como um monitor de atividades físicas, contando passos e medindo os batimentos cardíacos do usuário, tudo conectado à internet pelo Wi-Fi ou 3G.

A touchscreen embutida serve para navegar pelo sistema: um deslize para o lado ou para o outro troca a música em execução; deslize para cima aumenta o volume. O Vinci também aceita comandos de voz, como “toque músicas de rock do meu Spotify”, ou “como faço para chegar à farmácia mais próxima?”.

Enquanto é usado, o Vinci exibe uma animação de pontos flutuantes coloridos ou o horário. A campanha de financiamento coletivo fica aberta até 22 de dezembro, mas a equipe por trás do projeto já bateu a meta estipulada em US$ 50 mil para a produção das primeiras unidades.

São duas versões disponíveis: o Vinci v1.5, que custa US$ 200 (equivalente a cerca de R$ 680 em conversão direta), e o Vinci v1.5 Pro, que vem com mais espaço interno de armazenamento, sistema de cancelamento de ruído, carregamento sem fio e custa US$ 300 (equivalente a cerca de R$ 1.024). Clique aqui para apoiar o projeto ou saber mais sobre ele.

publicidade

Via Engadget