EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Se você já fez uma reforma na sua casa, sabe como é bom quando ela acaba e você pode aproveitar o novo espaço que você tem. No entanto, sabe também que o processo de reforma pode ser chato e, se não for tratado de maneira organizada, pode deixar a sua casa inteira bagunçada.

Implementar uma nuvem híbrida em sua empresa ou negócio é um processo semelhante. Com um pouco de asseio e cuidado, no entanto, é possível evitar alguns dos principais percalços que aparecem durante a mudança. E, dessa maneira, é possível chegar com o máximo de tranquilidade ao momento em que a reforma já ficou para trás, e só resta a sua linda casa nova para aproveitar.

publicidade

Mas, nesse caso, a “casa nova” é um negócio muito mais ágil e dinâmico, que traz muito mais conforto para todos os envolvidos e muito mais performance para a empresa. Confira a seguir nossas dicas para evitar alguns dos erros mais comuns na implementação de nuvens híbridas.

Analise com cuidado o SLA

O SLA (ou Service Level Agreement) é o acordo que delimita as responsabilidades da empresa e do provedor de infraestrutura de nuvem. Nele, ficam estabelecidos os direitos e as responsabilidades de cada uma das partes. Em outras palavras, ele é uma espécie de “manual de uso” da nuvem e, portanto, é imprescindível conhecê-lo muito bem.

Alguns itens importantes a se marcar no SLA são a disponibilidade do atendimento da provedora de soluções na nuvem, garantias de desempenho, práticas de segurança da informação, escalabilidade e prazos de realização de serviços. Caso algum desse itens não esteja claro no SLA, não deixe de esclarecê-lo com o provedor o quanto antes. Afinal, são os seus dados que estão em jogo.

publicidade

Prepare sua equipe para a mudança

Implementar um serviço de computação na nuvem, qualquer que seja, provoca mudanças consideráveis nas rotinas dos profissionais da área de TI. É importante, portanto, que a equipe esteja preparada para essas mudanças, de maneira a se adaptar à novidade com o mínimo possível de downtime.

Manter e otimizar os ambientes da nuvem híbrida é um processo que exige dedicação e cuidado. A empresa que passa a usar a nuvem híbrida pela primeira vez começa a ter um elo permanente com a internet em sua infraestrutura, e deve tomar cuidados de segurança para se adaptar a essa mudança. Vale notar também que, nesse caso, a empresa começa a receber a infraestrutura de TI (ao menos parcialmente) como serviço – e é importante que ela esteja preparada para essa mudança.

Na medida que outras áreas da empresa também forem afetadas pela migração, é crucial também que elas estejam a par das mudanças que ela trará à sua forma de trabalhar. É interessante abrir canais de comunicação por meio dos quais dúvidas sobre a novidade possam ser expostas e sanadas rapidamente.

Saiba o que deixar em cada lugar

A nuvem híbrida permite unir a privacidade e a segurança da nuvem privada com a escalabilidade e a conveniência da nuvem pública. Para isso, no entanto, é necessário saber quais dados devem ficar em cada lugar, o que exige um planejamento cuidadoso para evitar que os benefícios da nuvem híbrida não se tornem problemas

De maneira geral, a regra que vale é manter os dados que exigem mais velocidade e segurança por perto. Mesmo isso, no entanto, deve ser considerado com cuidado, já que a parte pública da nuvem possui uma escalabilidade que pode ser interessante em alguns casos. Esse tipo de planejamento, contudo, deve ser feito com calma.

Vá com calma

Diante das vantagens das soluções híbridas de cloud, uma primeira ideia pode ser “vamos migrar todos os nossos dados para uma solução desse tipo”. Fazer isso, no entanto, pode comprometer todo o processo.

Uma solução mais adequada é ir calmamente migrando seus dados e processos para a nuvem. Essa medida é especialmente indicada para empresas que precisem realizar a mudança com poucos recursos. Indo passo a passo, você consegue identificar os “gargalos” e resolver os problemas enquanto eles ainda são pequenos.

É importante levar em conta esses pontos desde o início do planejamento da migração até a sua conclusão. Com base neles, a sua escolha de provedor poderá ser feita de maneira mais segura e adequada. A IBM possui uma série de soluções de nuvem híbrida e softwares que podem te ajudar no gerenciamento do seu ambiente, tanto para negócios maiores quanto para aplicações mais restritas.