EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O Moto G4 e seus “irmãos”, o G4 Play e o G4 Plus, representam uma ótima linha de dispositivos de entrada a intermediários. Faz sentido, então, que eles tenham se tornado tão populares. E, embora a bateria deles já dure bastante, é sempre bom saber como fazê-la durar mais.

A seguir, mostramos sete dicas para que você nunca fique sem bateria no seu Moto G4 quando precisar. Confira:

publicidade

1) Ative o “Modo de Economia de Bateria”;

Reprodução

O modo de economia de bateria mantém o aparelho funcionando praticamente inteiro. No entanto, ele reduz o brilho da tela, desativa animações, reduz o uso de dados em plano de fundo e diminui um pouco a performance para reduzir o consumo. É uma boa opção para quando você está com pouca bateria, mas não poderá recarregar por algum tempo. Para ativá-lo, vá nas configurações do Android, selecione “Bateria” e, na parte de cima, selecione “Economia de Bateria”. É possível ativar esse modo manualmente ou configurar o aparelho para ativá-lo automaticamente quando a bateria chegar a 15% ou 5%.

2) Desligue as redes que você não estiver usando;

publicidade

Se você não estiver conectado a uma rede Wi-Fi, desligar esse recurso pode economizar bateria. Isso porque, com o Wi-Fi desligado, o celular não gasta energia “procurando” redes às quais ele possa se conectar. O mesmo vale para outros recursos de conectividade, como 4G, Bluetooth, NFC e GPS. Se você puder desligá-los, saiba que fazer isso economizará bateria. Eles podem ser acessados puxando a tela inicial para baixo, e cada um deles pode ser ativado ou desativado individualmente.

3) Tome cuidado com aplicativos que consomem muita energia;

Indo às configurações do Android e selecionando “Bateria”, você poderá ver um gráfico de consumo de bateria nas últimas horas. Abaixo dele, há também uma tabela com os principais aplicativos e recursos que têm comido a sua bateria. Fique atento para os aplicativos que aparecem muitas vezes por aí e, se possível, desinstale-os. O Facebook e o Messenger são dois apps que costumam não ter dó das baterias, então, se a sua bateria não estiver rendendo, pode ser uma boa ideia tirá-los do celular.

4) Ajuste as configurações do display;

Reprodução

Um dos recursos que mais gasta energia nos celulares é a tela. Normalmente, os celulares configuram o brilho automaticamente, e conseguem atingir um bom equilíbrio entre visibilidade e economia de energia, mas é possível arrancar um pouco mais de vida da sua bateria reduzindo o brilho da sua tela. Para fazer isso, basta puxar para baixo a partir da tela inicial do Android e ajustar a barrinha de brilho. Deixe-a mais para a esquerda para uma configuração que economiza energia.

Lembre-se também de ir às configurações do Android, selecionar “Tela”, depois “Modo de Espera” e deixar a configuração para o menor tempo possível. Assim, o seu celular não passará muito tempo com a tela ativada dentro do seu bolso ou da sua bolsa.

5) Desative atualizações automáticas do Google Play;

A loja de aplicativos do Google às vezes baixa e instala atualizações dos seus aplicativos sem pedir sua confirmação. E se isso acontecer num momento em que seu celular está com pouca bateria, essa pode ser a última coisa que o seu celular fará até ser ligado novamente na tomada. Para evitar isso, abra o Google Play, acesse o menu lateral da esquerda, vá em “Configurações” e desmarque a caixinha “Apps autoatualizados”.

6) Mantenha o sistema atualizado;

Reprodução

Atualizações do Android podem demorar para chegar, mas, normalmente, quando chegam, elas trazem melhorias também para a duração da bateria dos aparelhos. O seu dispositivo automaticamente verifica se há atualizações do Android com alguma regularidade, mas se você achar que uma atualização está disponível, abra as configurações do Android, desça até o final, vá em “Sobre o dispositivo” e selecione a primeira opção, “Atualizações do Sistema”. Vá então em “Verificar atualizações” e seu aparelho verá se há atualizações disponíveis.

7) Carregue o celular por uns 15 minutos com o carregador que vem na caixa.

Mesmo que tudo isso não resolva a situação, o carregador que vem na caixa do aparelho é capaz de dar uma boa sobrevida à bateria do seu celular com pouco tempo de carga. Os Moto G4 são compatíveis com uma tecnologia de carregamento rápido que preenche mais rapidamente a bateria quanto menor estiver o nível dela. Por isso, se você estiver com o carregador por perto, encontre o aparelho e fique uns 15 minutos perto da tomada. Deve ser suficiente para que você consiga passar o resto do dia.