EnglishPortugueseSpanish
publicidade

De olho em novidades para aumentar o seu número de clientes, o Airbnb quer se tornar o aplicativo para todo viajante, até mesmo aquele que não precisa alugar uma cama ou uma casa inteira. Chamada de Trips, a nova função do app ajuda o viajante a encontrar passeios turísticos, aulas e até degustações de comida e bebidas na cidade que ele planeja visitar.

O recurso foi anunciado em evento da empresa nesta semana e chega primeiro às cidades do Rio de Janeiro e São Paulo. O funcionamento é simples: quem quiser hospedar outra pessoa na casa pode se cadastrar como um “experience host”.

publicidade

Ao pé da letra, significa que o usuário disponibilizaria uma verdadeira experiência para o seu convidado. Na prática, os interessados precisam passar por uma espécie de entrevista com a empresa para verificar se eles realmente possuem expertise e credenciais que o possibilitem oferecer algum serviço para o viajante.

Em um exemplo simples, o “experience host” pode oferecer para seus convidados jantares com comida japonesa na própria residência, aulas de dança, passeios de motocicleta no deserto… Em suma, quase qualquer coisa que ele esteja apto para fazer. Em troca, o usuário poderá cobrar pelo serviço – o quanto ele quiser, desde que arque com o pagamento de 20% de comissão para o Airbnb. 

No exterior, o Trips já está em funcionamento desde novembro do ano passado em 12 cidades. Ao todo, são 800 experiências diferentes que estão sendo disponibilizadas na plataforma e 91% delas ganharam qualificação máxima (cinco estrelas) dos usuários.

publicidade

Além disso, o Airbnb também está investindo na função “Places”. Tratam-se de livros turísticos e tours em áudio que são produzidos pelos próprios moradores locais e que ajudam os turistas a conhecerem melhor as cidades que vão visitar. A previsão é de que a funcionalidade desembarque no Brasil em junho.

A iniciativa visa aumentar o número de usuários da plataforma no Brasil. Por aqui, já são mais de 130 mil anfitriões cadastrados no serviço e mais de 1 milhão de pessoas se hospedaram usando o Airbnb em 2016.