EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Se você tem uma conta do Instagram, é melhor ficar de olho nas configurações de segurança que usa. Contas da rede social estão sendo hackeadas no Brasil. Os casos recentes parecem lembrar os ataques ocorridos ainda em agosto de 2016, mas não há certeza de que eles estejam relacionados.

O caso foi relatado pelo portal UOL Tecnologia. O site ouviu algumas pessoas que tiveram suas contas invadidas nas últimas semanas. O caso mais grave aconteceu com a advogada Daniela Fonseca. Os invasores usaram a conta dela para publicar vídeos pornográficos na rede social. Como o conteúdo fere as políticas de uso da plataforma, o Instagram desativou a conta no mesmo dia.

publicidade

Outros usuários ouvidos pelo site afirmam que seus nomes e informações pessoais publicadas na rede social foram alteradas. Algumas senhas também foram modificadas, mas os proprietários das contas conseguiram recuperá-las. Nas redes sociais, alguns internautas dizem ter tido suas fotos deletadas por algum intruso.

Proteja-se

Se você não quer dar chance para o azar, o que pode fazer é proteger a sua conta da melhor maneira possível.

Para isso, as dicas são: manter programas e aplicativos antivírus sempre ativos e atualizados, escolher uma senha difícil (de preferência alguma com letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos) e não usar a conta em computadores públicos, já que eles podem estar com algum keylogger – programa que grava tudo o que é digitado – instalado.

publicidade

Outra dica interessante é ativar o recurso de autenticação em duas etapas da rede social. Isso vai fazer com que, cada vez que você se logue na rede social, seja preciso preencher um código que é enviado por SMS ao telefone cadastrado.

Reprodução