EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O Google Maps é uma dádiva para o viajante… até o momento em que ele erra, e vira um problema para uma comunidade inteira. Foi o que aconteceu na Noruega, quando uma pequena falha no aplicativo do Google levou hordas de turistas para o caminho errado, levando-os a invadir um pequeno vilarejo.

Os viajantes procuraram pelo Preikestolen, uma formação geológica de mais de 600 metros de altura e que proporciona uma vista incrível do Lysefjord, recebendo cerca de 200 mil turistas por ano. Quando eles perguntavam ao Maps como chegar até lá, eram apontados para o caminho errado. E não é só um pouco errado: eles eram direcionados para o vilarejo de Fossmork, que fica a 32 quilômetros de distância e está localizado do outro lado do fiorde.

publicidade

Reprodução

A publicação norueguesa Stavanger Aftenbald conta que a população local já está ficando habituada à situação. Alguns chegam a relatar que pelo menos 15 carros por dia pegam o caminho errado e acabam fazendo o retorno para poder chegar ao Preikestolen. Para piorar, a maior parte dos perdidos não entende norueguês, então ficam bastante confusos ao tentar obter informações com os locais.

publicidade

Alguns ficam especialmente frustrados, porque ao chegar ao destino errado, pegam seus binóculos e conseguem ver o local para onde deveriam ter ido. Eles também conseguem enxergar grandes grupos de pessoas que pegaram o caminho certo e chegaram ao topo.

O Google informou que o erro seria corrigido o mais rápido o possível e encorajou outros usuários que se depararem com falhas similares a relatá-los para que possam ser resolvidas.

-> Saiba tudo sobre o Google Maps: história, principais recursos e mais!