EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Tudo indica que a biometria em smartphones veio para ficar. Um relatório divulgado pela Counterpoint Research indica que mais de 70% dos aparelhos vendidos em todo o planeta em 2018 contarão com leitor de digitais, o que promete maior segurança e comodidade aos usuários. Atualmente, mais da metade dos telefones já contam com o recurso popularizado pelo iPhone 5S em 2013.

Inicialmente presente em top de linhas, os leitores de impressões digitais vêm se espalhando rapidamente em modelos intermediários e devem chegar a modelos mais baratos em breve. De acordo com o estudo publicado pela Counterpoint Research, a proporção de modelos com sensores vendidos em 2016 foi de 51%, enquanto a estimativa para este ano e o próximo é de 58% e 71%, respectivamente.

publicidade

Os leitores de digitais tem tido grande demanda graças a popularização de aplicativos e serviços de pagamento móvel que exigem biometria para autenticação. Além disso, a segurança e comodidade na substituição de senhas numéricas e de padrão para desbloqueio dos telefones também tem atraído os consumidores. Apesar do surgimento dos leitores de íris e de reconhecimento facial, os sensores de digitais devem manter o posto de solução de biometria mais popular.

Atualmente, algumas fabricantes chinesas já incluem leitores de digitais em smartphones de entrada, mas a tendência é que grandes empresas como a Samsung e a LG façam o mesmo em 2018. Além disso, outra tendência é o lançamento de sensores sob a tela dos smartphones top de linha, substituindo o atual posicionamento na parte frontal ou traseira dos aparelhos.