EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Uma das subdivisões da Alphabet chamada X anunciou ontem uma ampliação para o Project Wings, em que a empresa-irmã do Google testa o uso de drones para entrega de encomendas.

Faz alguns anos que a X vem fazendo experimentos pela Austrália, e desde o começo de 2016, quando foi feita uma entrega na Virginia Tech University, a empresa abriu os testes ao público comum. Então a X resolveu ampliar ainda mais a iniciativa e passou a fazer entregas que não dependem de intermediários, pois chegam ao quintal de quem fez o pedido.

publicidade

Assim, fazendeiros, professores, artistas, entre outras pessoas que entraram no grupo de testes podiam chegar ao consumidor final rapidamente pelo ar. As pessoas só precisam usar um aplicativo específico do Project Wings para fazer pedidos e vê-los serem entregues onde quiserem.

Desde segunda-feira, 16, a iniciativa passou a contar com a participação de uma cadeia de comidas mexicanas chamada Guzman y Gomez e com a rede de farmácias Chemist Warehouse.

“Nós vamos despachar nossos drones para retirar o pedido dos locais de carregamento dos nossos parceiros e então transportar e entregar as encomendas para os testadores em suas residências”, explica a X em comunicado.

publicidade

A inclusão desses dois estabelecimentos será útil para que a empresa consiga modelar seu serviço de acordo com demandas bem específicas. No caso do restaurante, por exemplo, é preciso tomar cuidado para que a comida não balance demais, mas ela tem de chegar rapidamente ao cliente para não esfriar.

“A informação que reunirmos desses dois parceiros de teste vai nos ajudar a construir um sistema de forma que empresas de todos os tipos possam focar no que elas são boas — como fazer comida ou ajudar as pessoas a se sentirem mais saudáveis — em vez de serem distraídas por logísticas complicadas de entregas”, acrescenta a X.