EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Samsung anunciou hoje uma câmera capaz de transmitir vídeos ao vivo em realidade virtual e resolução 4K a 30 quadros por segundo. Trata-se da Samsung 360 Round, um dispositivo circular com 16 lentes ao longo de sua lateral, e uma na parte superior, com as quais ela consegue capturar todo o seu entorno. 

O aparelho, segundo a empresa, é voltado para “especialistas e entusiastas que exigem uma experiência superior de realidade virtual”. Ele utiliza uma solução de software para juntar as imagens capturadas pelas 17 câmeras e, com elas, criar uma experiência em realidade virtual. Também graças ao software, a empresa promete que a 360 Round consegue transmitir essa experiência ao vivo via internet, com “quase nenhum atraso”. 

publicidade

Como o The Verge aponta, o anúncio é a culminação de cerca de três anos de pesquisa da empresa coreana: em 2017, ela anunciou o “Project Beyond”, uma versão inicial do projeto dessa câmera. Fora as 17 lentes de 2 MP com abertura f/1.8, o equipamento também tem seis microfones posicionados ao longo de seu corpo, com os quais ele consegue capturar áudio “tridimensional”. E ela ainda tem certificação IP65, o que significa que pode ser usada na chuva sem se danificar. 

Qualidade para poucos

No entanto, aproveitar todos esses recursos não é para qualquer um. Em primeiro lugar, por causa do preço do dispositivo. De acordo com a CNET, a Samsung 360 Round será lançada no final de outubro nos Estados Unidos por US$ 10,5 mil (cerca de R$ 33 mil). Ou seja, você provavelmente conseguiria comprar um carro popular novo pelo mesmo valor.

Mas, além disso, a câmera exige um computador extremamente potente para funcionar. Segundo o Engadget, quem quiser editar e realizar pós-produção nos vídeos capturados por ela precisará de um computador com processador Core i7 7600K, 16 GB de RAM e uma placa de vídeo dedicada GeForce GTX 1080 ou superior.

publicidade

E, para usar a função principal da câmera (a transmissão ao vivo das imagens), é necessário ter um PC com processador Core i7 6950X (de 10 núcleos), 32 GB de RAM e duas placas de vídeo dedicadas GeForce GTX 1080 Ti. Ou seja: mesmo um computador capaz de rodar os games mais recentes na qualidade máxima em resolução 4K pode não ser capaz de executar a tarefa.