EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Se você está pensando em comprar o iPhone X, mas tem um irmão gêmeo, talvez seja melhor pensar novamente. O Mashable conduziu um teste informal e descobriu que o Face ID, o recurso de reconhecimento facial do aparelho – que é a principal maneira de destravar sua tela -, pode ser enganado por gêmeos idênticos. 

O site chamou dois pares de irmãos gêmeos idênticos para testar o recurso. Nos dois casos, um deles registrou o próprio rosto para destravar o aparelho e depois passou para o outro tentar destravá-lo. E, nos dois casos, o gêmeo “errado” conseguiu acessar o celular do irmão. O vídeo mostrando o teste pode ser visto abaixo:

publicidade

Durante o teste, os irmãos Carlos e Alex Cardoniga comentam que já tiveram problemas relacionados a tecnologia. “Fotos minhas apareciam [no Facebook] e eles perguntavam se eu gostaria de marcar ele [o irmão gêmeo] na foto”, conta Carlos. E, além desses casos, os dois pares de gêmeos também diziam que eram confundidos com frequência por outras pessoas.

Limites da tecnologia

A própria Apple reconheceu, durante o anúncio do iPhone X, que o Face ID não era perfeito. Havia uma possibilidade de uma em 1 milhão, segundo a empresa, de que ele falhasse em reconhecer seu rosto. Essa chance, no entanto, era menor do que a do Touch ID (sistema de reconhecimento de impressões digitais), que apresentava uma falha a cada 50 mil tentativas, de acordo com a Apple.

publicidade

Como o site aponta, não se trata de um problema extremamente grave. Embora o número de gêmeos no mundo não seja conhecido com precisão, a Universidade do Texas estima que cerca de 32 de cada 1.000 pessoas seja um gêmeo. E além disso, no caso de a pessoa ter um irmão gêmeo, ela pode também configurar uma senha para destravar o aparelho. 

Fora isso, o Face ID funciona com base em algoritmos de aprendizagem de máquina, o que significa que ele pode se tornar mais preciso ao longo do tempo. O próprio Mashable reconhece que ele é capaz de reconhecer seu rosto mesmo se você usar um chapéu ou uma peruca. Então é provável que a tecnologia se fortaleça com o tempo até ser capaz de evitar esse tipo de problema.