EnglishPortugueseSpanish

O YouTube mal saiu de uma polêmica envolvendo material inapropriado que fura seus bloqueios para chegar a crianças e já surgiu outra, e que é tão problemática quanto.

O The Verge publicou uma reportagem nesta semana chamando atenção para vários vídeos inofensivos com crianças que estavam cheios de comentários predatórios.

publicidade

A maior parte dos exemplos mostrava crianças praticando ginástica ou participando do desafio do balde de gelo. Nos comentários, pessoas tentavam aliciar as protagonistas indicando meios de contato, chamavam-nas de lindas e comentavam entre si que tinham ficado excitados.

Ao ser contatado pelo site, o YouTube removeu os vídeos por completo em vez de lidar com os comentadores individualmente. A empresa também afirmou ter suspendido um usuário que criou uma playlist com vídeos dessa natureza.

Um porta-voz disse ao The Verge que o YouTube entrou em contato com os responsáveis pelas publicações para alertá-los quanto aos cuidados que se deve ter ao postar vídeos de crianças. O ideal, afirma a empresa, seria subir esse material de forma privada.

publicidade