EnglishPortugueseSpanish

A Gartner anunciou hoje um estudo sobre o mercado global de smartphones ao longo do terceiro trimestre de 2017. Entre julho e setembro deste ano, foram vendidos 383 milhões de smartphones, sendo que quatro das cinco empresas que mais vendem esses dispositivos no mundo – Samsung, Apple, Huawei e Oppo – nessa ordem – tiveram crescimento de mais de 10% no número de aparelhos vendidos.

Com esse resultado, essas cinco empresas passam a concentrar ainda mais do mercado de celulares. Desde o mesmo período de 2016, elas já respondem por mais da metade dos smartphones vendidos no mundo. Esses resultados, no entanto, elevam essa porcentagem a 58,4%. A Apple foi a única empresa desse “top 5” que não teve crescimento acima de 10%. Mesmo assim, ela vendeu 5,7% mais iPhones do que no trimestre anterior.

publicidade

Por região

Na China, as vendas de dispositivos móveis caíram mais de 10% na comparação com o mesmo período de 2016. Em compensação, outros mercados, como América do Norte, Sudeste asiático e Europa ocidental, tiveram crescimentos de mais de 10% cada. Mesmo com essas alterações, a China continua sendo responsável por mais de um quarto das vendas de celulares no mundo.

Segundo a Gartner, o aumento das vendas na América do Norte e na Europa foi motivado pelo lançamento de novos dispositivos top de linha da Samsung, Apple e Huawei. Na China, por outro lado, a demanda por dispositivos mais caros acabou “canibalizando” as vendas de aparelhos mais baratos. Por isso, no final das contas, foram vendidos menos aparelhos.

Expectativas

publicidade

Dentre as marcas, a que teve maior crescimento ao longo do último ano foi a Xiaomi. Ela venddeu 80% mais celulares no terceiro trimestre de 2017 do que no mesmo período do ano passado. Esse crescimento veio menos da China, onde ela enfrenta a concorrência de Oppo e Huawei, por exemplo, e mais de mercados internacionais, como Índia, Rússia e América Latina.

E a expectativa da Gartner é que a tendência de crescimento nas vendas de celulares continue forte ao longo do próximo trimestre. Isso porque o iPhone X, que foi lançado em novembro, acabou “atrasando” as compras de celulares no ano. O quarto trimestre também concentra datas de compra como a Black Friday e o Natal. Com isso, a empresa estima que cerca de 1,57 bilhão de celulares serão vendidos ao longo de 2017 no total.