EnglishPortugueseSpanish

A Apple começa a vender o iPhone X nesta sexta-feira, 8, no Brasil, e uma de suas duas únicas lojas oficiais no país estava preparada para receber os fãs como acontece em todo lançamento. Desta vez, porém, a fila de interessados não era tão grande.

Faltando dez minutos para a abertura das portas de vidro da Apple Store, havia cinco pessoas na fila para comprar um iPhone X. Já uma outra fila, sem separador e organizada de maneira informal, tinha quase 20 pessoas: era a fila de quem trazia aparelhos da Apple para a assistência técnica da empresa.

publicidade

Um funcionário disse ao Olhar Digital que a fila da assistência técnica é comum no primeiro horário da manhã e é algo organizado quase todos os dias. Em relação ao lançamento do iPhone X, porém, o menor número de pessoas não foi surpresa. “Nos preparamos para todos os cenários”, disse.

O primeiro na fila era Gabriel Manzolli Prates, de 14 anos, que foi também o primeiro no lançamento do iPhone 7, um ano atrás. O adolescente, acompanhado da avó e de uma tia, veio de Araraquara até a capital paulista só para adquirir um iPhone X, e chegou às portas da Apple Store duas horas antes da abertura.

Segundo ele e a avó, o preço sugerido de R$ 7.000 no modelo mais simples do iPhone X “assustou, sim, e assustou muito”. Mas não impediu o interesse do garoto, que é fã da Apple e pretendia comprar um modelo de 256 GB, que custa R$ 7.800. Se o celular vale tudo isso? “Tomara”, respondeu Gabriel.

A Apple Store de São Paulo fica no Shopping Morumbi, zona sul da capital paulista. Quem quiser um iPhone X também pode comprar pelo site da Apple, no varejo ou em uma das muitas revendedoras oficiais da empresa no país. As opções de cores são prata e cinza.

publicidade