EnglishPortugueseSpanish
publicidade
Por Miguel Genovese, diretor de criação e inovação na PwC Digital no Brasil
De Austin, nos EUA
Minha primeira experiência, aliás essa é a palavra mais ouvida aqui no SXSW 2018 em Austin, no Texas, foram painéis sobre como os dados e as tecnologias emergentes são fundamentais para o engajamento dos fäs (consumidores, usuários etc).
A grande questão é como se conectar com as pessoas?
Qual é o papel da tecnologia nisso?
 
As tecnologias podem ajudar na experiência acima de tudo para quem conhecemos e  já temos um relacionamento. O segredo é identificar paixões para oferecer experiências, disse Carolina Backer, apresentadora de esportes da BBC, para uma plateia lotada no SXSW.
 
É preciso ter uma estratégia de conteúdos relevantes e alinhados com os dados e o perfil dos fãs.
Pensar nos conteúdos que as pessoas querem e oferecer de um jeito que elas não esperem.
Aí surgem as plataformas mais variadas, desde o mobile, a mais efetiva segundo Andrew Diggle Head of Content do Manchester United Football Club, até experiência imersivas como VR e Realidade Aumentada que colocam o fã em outro patamar de consideração.
 
Reprodução
 
Data Analytics pode ser a chave para isso. Essa é a grande aposta para os próximos anos. 
 
Dan Hogan, Digital Media da NFL afirmou que tem uma equipe de 80 pessoas para desenhar experiências para fãs baseadas em Dados. Designers, profissionais de marketing e acima de tudo de BI (Business Inteligence), trabalhando juntos para criar experiência únicas e valiosas para o negócio.

 
Outro ponto interessante foi a discussão sobre de onde vem os dados. E foi unânime que vem de todos os lados e não só da sua empresa. Dan contou ainda que muitos de seus parceiros do varejo trazem dados relevantes para suas tomadas de decisões tanto para produtos como para serviços do riquíssimo mundo da NFL.
 
Tíquetes, subscriptions, compra de camisetas, tudo gera informação valiosa para que possamos entender os fãs.
As experiências real time são as que possibilitam maior engajamentos. Por isso é mais fácil engajar quem vai num estádio. 
A NFL engaja mais porque a maioria de seus fã vão aos jogos. A conversação fica mais fácil pois o envolvimento é mais efetivo.
 
Na Nascar, data é coletado em social media e em um ecossistema digital criado para isso, diz Tim Clark Digital Media da NASCAR.
 
Entender o comportamento dos fãs nesse ecossistema digital é o grande desafio. 
 
Surpreender e encantar continua sendo a regra do negócio.
 
#Engagingthrudata
#OlharDigitalSXSW
#PwcDigital

publicidade