EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Depois de tantos anos em desenvolvimento, o 5G finalmente começa a ensaiar uma estreia no mercado. A Qualcomm promete que os primeiros celulares com suporte às redes móveis de quinta geração começam a chegar ainda neste ano, que prometem não decepcionar em relação a velocidade.

Pesquisadores do 5G sempre bateram na tecla de que a tecnologia não é voltada tanto para velocidade, mas sim sobre baixa latência e estabilidade. No entanto, isso não impede de haver, de fato um salto nas taxas de transferências. Segundo Durga Prasad Malladi, vice-presidente da Qualcomm, os ganhos podem ser de duas vezes a até quatro vezes a velocidade em relação ao 4G que conhecemos hoje.

publicidade

De acordo com ele, as velocidades podem variar entre 1 Gbps e 4,5 Gbps, dependendo da frequência na qual o 5G está operando. No entanto, as operadoras projetam oferecer comercialmente velocidades de 2 Gbps a 4 Gbps. As maiores velocidades registradas com o 4G atualmente são de 1 Gbps.

A questão agora é cobertura. A tendência é que a expansão do 5G seja lenta e gradual, ao ponto que até mesmo nos Estados Unidos a previsão é de alcançar essas altas velocidades apenas nos maiores centros urbanos inicialmente.

Apesar de a Qualcomm afirmar que os primeiros aparelhos preparados para o 5G chegam em 2018, a maioria dos dispositivos prontos para a tecnologia só devem chegar em 2019, mesmo. A empresa diz que tanto operadoras quanto fabricantes com estratégias mais agressivas de mercado miram este ano para sair na frente do mercado.

publicidade