EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O governo dos Estados Unidos chegou um acordo para manter o funcionamento da fabricante ZTE no país. A empresa vai pagar uma multa de US$ 1 bilhão para continuar suas operações norte-americanas, e com isso vai voltar a fazer negócios com empresas dos EUA.

A administração de Donald Trump passou as últimas semanas discutindo com o governo chinês medidas para ajudar a manter as operações da ZTE. A fabricante foi proibida de negociar com empresas dos EUA após vender tecnologia para o Irã e Coreia do Norte.

publicidade

O bloqueio prejudicou grande parte das operações da ZTE, que não poderia mais usar o Android em seus celulares, por exemplo, já que não poderia fazer acordos com o Google. Ela também não poderia usar processadores da Qualcomm em seus dispositivos.

De acordo com o TechCrunch, a ZTE concordou em pagar US$ 1 bilhão em multa, além de trocar diretores e gerentes. A empresa também vai ser auditada ao longo dos próximos 10 anos para garantir que não volte a violar determinações do governo dos EUA.