EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Entrou no Google hoje, viu um doodle com uma animação toda colorida, mas não sabe do que se trata? Pois é uma homenagem a um brasileiro: o artista Athos Bulcão, que faleceu no final de julho de 2008, mas que teria completado 100 anos nesta segunda-feira.

O carioca ficou conhecido por suas obras de pintura em azulejo, marcadas pelo predomínio das cores azul, laranja e amarelo. O artista ganhou fama em Brasília, onde foi um dos principais parceiros do arquiteto Oscar Niemeyer na construção e decoração da capital federal.

publicidade

Mas antes mesmo de ter ido para a cidade, viveu em Teresópolis, conheceu Monteiro Lobato por intermédio do pai, foi assistente de Cândido Portinari na montagem do painel de São Francisco de Assis da Igreja da Pampulha, aos 21 anos, e viveu alguns anos em Paris. Foi só em 1957 que passou a colaborar com a criação de Brasília.

Na capital do Brasil, Bulcão tem painéis no Parque da Cidade Sarah Kubitschek, no Mercado das Flores, no teto da capela do Palácio da Alvorada, no Congresso, na Igrejinha Nossa Senhora de Fátima e em muitos outros pontos da cidade. O artista foi homenageado na cerimônia de abertura das Olimpíadas de 2016, quando os voluntários formaram diferentes obras suas durante a contagem regressiva para início dos jogos.

publicidade

Athos Bulcão faleceu em 31 de julho de 2008 por complicações do Mal de Parkinson.