EnglishPortugueseSpanish
publicidade

De tempos em tempos, o Google atualiza as políticas de conteúdo para desenvolvedores da Play Store, a loja de aplicativos do Android, com novas restrições do tipo de conteúdo que pode ser disponibilizado a usuários. A mais recente mudança baniu uma série de apps, incluindo mineradores de criptomoedas e os que exageram na exibição de anúncios.

As novas restrições foram detectadas pelo site Android Police. A partir de agora, aplicativos de mineração de criptomoedas não são mais permitidos dentro da Play Store – a não ser que eles façam essa mineração remotamente, ou seja, que o poder computacional do celular em si não seja usado para isso.

publicidade

O Google também proíbe agora apps supostamente infantis mas que exibem conteúdo adulto, o que pode ter sido motivado por uma polêmica envolvendo falsos vídeos para crianças no YouTube.

Desenvolvedores também não podem mais disponibilizar aplicativos que facilitem a compra ou venda de armas de fogo, munição ou acessórios para armas de fogo, o que inclui também apps com instruções de como usar ou produzir as próprias armas.

Outras categorias banidas são aplicativos com conteúdo repetitivo – descrito pelo Google como “múltiplos apps com conteúdo e experiência de uso parecidos” -, apps que enganem usuários, e também softwares cujo principal propósito seja exibir anúncios – apps que até possuem algum conteúdo além disso, mas acabam exibindo propaganda a cada vez que o usuário faz alguma coisa dentro dele.

publicidade