EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A fabricante chinesa Xiaomi apresentou em maio o Mi 8 Explorer Edition, um smartphone que se destacava por ter uma traseira transparente que permitia ver componentes internos do dispositivo. Agora, um usuário no Twitter alega que a transparência não é exatamente o que a Xiaomi prometia.

Na época em que o aparelho foi anunciado, o usuário Chengming Alpert questionou a alegação da Xiaomi de que o celular teria a traseira transparente. O rapaz dizia que o posicionamento do chip Snapdragon 845 não seria possível dentro do aparelho, levantando a hipótese de que se tratava de um adesivo.

publicidade

Depois, ele mesmo sugeriu que poderia ser uma peça de plástico interna decorativa, mas não tinha como ser os componentes internos reais do aparelho, segundo o site The Verge.

Agora, Alpert conseguiu uma nova imagem que mostra uma suposta placa-mãe do Mi 8 Explorer Edition, o que reforça a sua teoria de que o aparelho da Xiaomi não exibiria as entranhas reais do celular.

publicidade

Caso a placa-mãe divulgada por Alpert seja real, ela é bem diferente da exibida na traseira transparente das imagens de divulgação do Mi 8 Explorer Edition. Assim, os componentes visíveis seriam mais cosméticos, e não chips usados de fato pelo celular.