EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Em tempos de grandes volumes de download de arquivos, o HD continua sendo uma peça importante do computador. Com especificações que variam bastante de um modelo para o outro, você sabe qual o HD certo para a sua máquina?

A seguir, veja como fazer a escolha certa do HD para o seu PC ao levar em conta as especificações diferentes que cada um deles traz.

publicidade

A interface certa para o HD

A interface mais tradicional para o uso de um disco rígido é a SATA, que praticamente tomou o lugar da antiga IDE. Apesar de ser o padrão mais comum, existem diferentes tipos dela. Confira como elas funcionam:

  • SATA I – A primeira versão desta interface pode atingir até 150 MB/s em uma frequência de 1,5 GHz;
  • SATA II – Esta versão conta com o dobro de velocidade do primeiro modelo atingindo até 300 MB/s. Já a sua frequência é de 3 GHz;
  • SATA III – A última geração desta interface alcança velocidade até 600 MB/s com uma frequência de 6 GHz.

Atualmente, a maioria dos HDs de 3,5 polegadas possui a interface SATA III. Mesmo assim, um HD deste tipo pode funcionar em uma interface SATA II, mas a performance dele estará prejudicada.

Reprodução

publicidade

Outra questão a ser levada em conta é se você está comprando um HD para o notebook ou computador. Os tamanhos físicos deles variam, sendo que os drives de 2.5 polegadas são para notebooks, enquanto os de 3.5 polegadas são para desktops. Apesar disto, é possível adaptar um drive de 2.5 com uma bandeja para uso no computador.

As diferentes velocidades disponíveis

Os discos rígidos de hoje possuem mais opções de velocidade do que antigamente. Esta informação está presente nos rótulos com o nome RPM, que se refere às rotações por minuto alcançadas pelos dispositivos. Veja abaixo quais são as principais velocidades e suas características:

  • 5.400 – Esta velocidade é destinada aos discos rígidos de 2,5 polegadas, sendo indicada para uso em notebooks;
  • 7.200 – A velocidade mais popular do momento é destinada aos desktops e está presente nos HDs de 3,5 polegadas;
  • 10.000 – Os discos que tem esta velocidade são mais difíceis de serem encontrados. Geralmente comparados aos SSDs, o seu uso é destinado para empresas que precisam lidar com muitos arquivos e servidores, ou para entusiastas de jogos no computador.

A melhor e mais convencional opção para um computador de uso doméstico fica para os HDs de 7.200 RPM, que oferecem velocidade mais que suficiente para qualquer atividade. Caso considere o uso de um SSD para ter outras vantagens, veja esta matéria do Olhar Digital que explica os principais prós e contras da tecnologia.

O tamanho certo

Com o constante aumento do tamanho de arquivos do sistema operacional e de downloads, os HDs com mais espaço ficaram mais populares. Antigamente, um HD de 500 GB era suficiente para uso de um computador doméstico, mas hoje em dia se você está usando o computador para ver filmes, navegar na internet e escutar música, o tamanho mínimo aconselhável para ter conforto nestas atividades é de 1 TB.

Reprodução

Se além das tarefas acima, você realizará o download de arquivos pesados e instalará jogos, um HD com pelo menos 2 TB de espaço é o aconselhável.

Conclusão

Acima, você conferiu quais são os principais itens a serem levados em consideração na hora de comprar um disco rígido. Outra dica importante é que nem sempre você precisa optar por um disco com grande espaço de armazenamento na hora de montar um computador.

Uma solução mais comum e plausível é fazer o upgrade dele aos poucos, adicionando novos HDs à máquina quando sentir necessidade. Assim, é possível até mesmo organizar melhor o que você está armazenando nela.