EnglishPortugueseSpanish
publicidade

ATUALIZADO ÀS 20h com informações sobre o Brasil

A Uber confirmou que pode banir usuários brasileiros com nota baixa no aplicativo desde junho deste ano. A medida, que também é aplicada em outros países, visa melhorar o tratamento dado aos motoristas do serviço e coibir abusos por parte dos passageiros. A mudança atinge quem estiver com avaliação inferior a quatro estrelas.

publicidade

Você é bom passageiro no Uber? Veja a sua nota

O sistema de avaliação funciona da seguinte maneira: ao fim de cada corrida, tanto o motorista como o passageiro dão nota um ao outro em um sistema de cinco estrela. A avaliação é anônima e o outro indivíduo não saberá a nota recebida, mas o Uber utilizará a pontuação para montar uma média com base no histórico do indivíduo. É este índice que a empresa está utilizando para punir os “maus viajantes” ao redor do mundo.

Em entrevista à reportagem do Wall Street Journal, a gerente-geral da Uber na Austrália e Nova Zelândia, Susan Anderson, explicou que os passageiros cujas notas forem inferiores a 4 (em uma escala de 5) serão notificados e terão uma chance de melhorar o índice de avaliação. Se a nota não subir, eles serão removidos da plataforma.

De acordo com a porta-voz da Uber, “os motoristas nos dizem que eles procuram respeito mútuo e cortesia. Você não precisa falar muito, mas seja respeitoso”, completou Susan.

publicidade

No Brasil, também?

A Uber informou ao Olhar Digital que essa política também já está em vigor no Brasil desde junho deste ano, apesar de os termos de uso não deixarem isso claro. 

Segundo a empresa, quando o usuário atinge nota 4, ele começa a ser notificado na tentativa de melhorar sua avaliação – portanto, os casos são tratados individualmente. Se o passageiro ferir o código de conduta do app, ele pode ser banido imediatamente. A Uber não informa, porém, se já houve usuários removidos da plataforma no Brasil por causa da nova política de avaliação.

Outras ferramentas de segurança

A Uber também anunciou nos Estados Unidos novas medidas de segurança para passageiros e motoristas. Uma das novidades é o “Ride Check”, um sistema que detecta paradas bruscas no trajeto e envia ao usuário um alerta pelo app para saber se o carro se envolveu num acidente. A partir da mesma tela, o app permite entrar em contato com o número de emergência.

Os passageiros que se preocupam com a ideia de que os motoristas sabem seus endereços também podem ficar mais tranquilos agora. O app vai começar a esconder os endereços de início e fim após cada viagem. Quando o motorista acessar seu histórico de viagens, verá apenas a região aproximada em que cada corrida começou e terminou, e não mais o endereço exato.

Por fim, outra novidade é que, em breve, o app da Uber para motoristas ganhará suporte a comandos de voz, de modo que o condutor possa entrar em contato com o passageiro a ser buscado, ou atender chamados, sem tirar a mão do volante. Ainda não há informações sobre quando estes recursos chegarão ao Brasil.