EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Quase um ano atrás, a Apple anunciou, juntamente com o iPhone X, o AirPower, dispositivo capaz de recarregar até três produtos ao mesmo tempo sem fios, incluindo um iPhone, um Apple Watch e um estojo de AirPods compatível. Só que o AirPower não foi lançado até hoje.

Na semana passada, a Apple atualizou sua linha de celulares com suporte a carregamento sem fio – iPhone XS, XS Max e iPhone XR -, e ignorou completamente o AirPower. Duas reportagens publicadas nesta segunda-feira, 17, na imprensa dos Estados Unidos, indicam que a empresa ainda está tendo problemas para desenvolver o produto.

publicidade

John Gruber, do Daring Fireball, reportou que o design atual do AirPower faz com que o carregador sofra de superaquecimento. “Há engenheiros que analisaram o design da AirPower e disseram que ele jamais poderia funcionar”, disse o jornalista, citando fontes próximas ao assunto.

Já Sonny Dickson ofereceu mais detalhes sobre o caso. “De acordo com as nossas fontes, o sentimento de muitas das pessoas trabalhando com o projeto na Apple é de que [o AirPower] pode estar fadado ao fracasso, e pode não ser viável a menos que avanços significativos sejam feitos”, escreveu ele.

O jornalista também diz que há problemas com o gerenciamento de calor do AirPower e que ele sofre com “problemas de hardware e software na comunicação entre o AirPower e os dispositivos” colocados sobre a base de carregamento. Por conta disso, o carregador aparentemente não consegue identificar o nível da bateria do iPhone e do Apple Watch que ele está alimentando.

Estes relatos, embora não confirmados pela Apple, não são exatamente novos. Em junho, o jornalista Mark Gurman, da Bloomberg, conhecido pelas fontes confiáveis e por adiantar segredos da Maçã com meses de antecedência, reportou informações da mesma natureza. Na época, porém, as fontes do repórter previam que o aparelho seria lançado em setembro.

publicidade

Com as novas notícias divulgadas nesta semana, a previsão de lançamento para setembro parece menos provável de se realizar.