Notícias

iPhones do Brasil serão os mesmos modelos da Europa, confirma Apple

18/09/18 17h39, atualizada em 18/09/18 17h48

A Apple homologará os iPhones XS e XS Max europeus no Brasil. A empresa confirmou a informação na página dos produtos no país, listando-os como as versões A2097 e A2101, respectivamente, que são totalmente compatíveis com o 4G brasileiro. Apesar disso, os telefones ainda seguem sem previsão oficial de lançamento.

Embora a Apple fale de apenas de dois a três modelos de iPhones no evento de lançamento, a empresa fabrica diferentes versões de cada aparelho para os países onde serão lançados. As principais especificações, como processadores e memória RAM são as mesmas, mas há pequenas diferenças no que diz respeito à conectividade. É esse ponto que causou um grande burburinho na última semana.

Logo após a apresentação do iPhone XS e XS Max, a Apple atualizou sua página de suporte à conectividade LTE com os modelos e bandas que serão suportadas em cada país de lançamento. Para a decepção de alguns consumidores, as versões dos Estados Unidos (A1920 e A1921) não serão compatíveis com a banda 28 (700 MHZ ATP) utilizada no Brasil. Quem quisesse total compatibilidade, teria que comprar as versões da Europa: A 2097 e A2101.

Voltando ao Brasil, a companhia finalmente atualizou a página de especificações do iPhone XS e XS Max que serão vendidos no país. Agora, no item de redes celular e conexão sem fio, a companhia revela que os modelos que serão vendidos no Brasil serão os mesmos da Europa: o A2097 e o A2101. O mesmo pode ser observado na página sobre o iPhone XR: o produto que será homologado é o europeu, A2105, e não o norte-americano, A1984.

– iPhone europeu? O que muda para o usuário?

A princípio, nada. Nenhuma das versões do iPhone vendidas pela Apple ao redor do mundo tem diferenças consideráveis de funções e especificações. Ou seja, o telefone brasileiro terá o mesmo desempenho e recursos encontrados no modelo norte-americano. Da mesma forma, o telefone funcionará em outros países, embora possa ocorrer incompatibilidades com redes 4G em localidades específicas do planeta.

Por outro lado, a confirmação do iPhone europeu no Brasil praticamente descarta um recurso bastante aguardado pelo usuário: o dual-chip físico. Até o momento, a Apple confirmou que apenas os telefones vendidos na China (modelos A2100 e A2104) terão gavetas para dois SIM. Já os demais terão que apelar para tecnologia e-SIM, que cria um chip virtual para a segunda linha.

– O iPhone dos Estados Unidos não vai funcionar no Brasil?

Apesar da incompatibilidade do iPhone norte-americano com a banda 28, é preciso destacar que o telefone funcionará sim no Brasil. Além desta faixa de 700 MHz, liberada com o desligamento da TV analógica, o país também tem redes LTE operadas na banda 7 (2600 MHz) e banda 3 (1800 MHz), que são totalmente suportadas pelos modelos A1920 e A1921. Isso se aplica especialmente às capitais e grandes cidades.

As grandes fontes de preocupação para quem comprar o iPhone nos Estados Unidos tende a ser as pequenas cidades e as redes 4,5G. Afinal, como o novo padrão é mais vantajoso e eficiente, algumas operadoras estão instalando apenas as redes de 700 MHz em novas áreas de cobertura. Por fim, recursos como o VoLTE (chamadas via 4G) e maiores velocidades estão sendo implantadas apenas na banda 28.

Deixe sua opinião
Tags