EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Nintendo acabou com um “Mario Kart da vida real” que existia no Japão: a empresa ganhou uma batalha judicial contra a companhia MariCar, que oferecia um serviço de karts pelas ruas de Tóquio em que os corredores se vestiam como personagens de Super Mario.

A fabricante japonesa processou a MariCar em 2017. Em uma decisão divulgada nesta quinta-feira, 27, uma corte de Tóquio ordenou que a MariCar encerre o aluguel de fantasias baseadas na série Super Mario para seus clientes e ainda pague uma multa de cerca de US$ 90 mil para a Nintendo, de acordo com o site Kotaku.

publicidade

Em sua ação judicial, a Nintendo disse que o serviço oferecido pela MariCar – que mudou o nome para MariMobility após ser derrotada em um tribunal que considerou a marca anterior uma violação da propriedade intelectual “Mario Kart” – prejudicava a franquia de corrida da fabricante japonesa.

As corridas não-oficiais de Mario Kart pelas ruas de Tóquio são bastante populares, mas já aconteceu de pilotos se ferirem e quebrarem veículos durante as disputas. Por causa disso, a Nintendo alega que a MariCar prejudicava a imagem de “Mario Kart”.

Se a versão alternativa não deve mais continuar existindo, uma oficial está a caminho: em uma parceria com o Universal Studios, a Nintendo vai desenvolver uma atração baseada em “Mario Kart” para o futuro parque Super Nintendo World, que deve ser inaugurado até 2020 no Japão.

Além disso, a franquia em breve vai estrear em smartphones: a Nintendo promete lançar nos próximos meses “Mario Kart Tour”, uma versão para celulares das tradicionais corridas com personagens da série “Super Mario”.

publicidade