EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A hashtag #sextou continua sendo utilizada para publicações de cunho sexual no Instagram. No início de setembro, a marca foi limitada pela rede social após usuários de outros países publicarem material de sexo explícito. No entanto, a reportagem do Olhar Digital apurou que este tipo de material voltou a aparecer na tag, dessa vez com a ajuda do algoritmo do próprio Instagram.

Ao buscar por #sextou no Instagram, o usuário se depara pelo material adulto logo nos primeiros resultados da tag. Embora em menor quantidade, o material mostra usuárias exibindo partes do corpo ou trechos de filmes pornográficos editados. Os perfis, novamente, são de estrangeiros usando a interpretação do termo como “Sex to U” (Sexo para você, em tradução livre).

publicidade

ReproduçãoAlém da volta deste tipo de publicação, o que chama a atenção é a presença das fotos e vídeos na guia “Em destaque”. Trata-se de um espaço com curadoria do próprio Instagram através de algoritmo, que não foi capaz de detectar o conteúdo potencialmente ofensivo. Enquanto isso, a aba de conteúdos “Recentes”, que não tem seleção por algoritmo, continua com alcance limitado pela rede social.

A reincidência deste tipo de conteúdo no Instagram contrasta com a postura da rede social, tida como conservadora, em relação à exposição do corpo, sobretudo o feminino. A plataforma já foi acusada de deletar imagens de natureza artística, de amamentação e de mulheres que fizeram mastectomia. Confira o que dizem as diretrizes do Instagram:

“Sabemos que há momentos em que as pessoas podem desejar publicar imagens de nudez de natureza artística ou criativa, mas por vários motivos, não permitimos nudez no Instagram. Isso inclui fotos, vídeos e alguns conteúdos criados digitalmente que mostram relações sexuais, genitais e close-ups de nádegas totalmente expostas. Isso também inclui algumas fotos de mamilos femininos, mas as fotos de cicatrizes causados por mastectomia e mulheres amamentando são permitidas. Nudez em imagens de pinturas e esculturas também é permitida”.

– O que diz o Instagram

publicidade

Procurado pelo Olhar Digital, o Instagram reiterou que a publicação de material pornográfico vai contra as políticas da rede social e recomendou que usuários denunciem publicações inadequadas. “Pedimos a todos que usem as ferramentas dentro do aplicativo para reportar e bloquear conteúdo que acreditem violar nossas Diretrizes da Comunidades para que possamos investigar e agir rapidamente”, disse a empresa em comunicado enviado à redação.

O Olhar Digital também questionou a rede social sobre possíveis falhas no algoritmo que escolhe as publicações para a guia “Em destaque”. No entanto, a empresa não se pronunciou sobre o assunto.

– Relembre o caso

Há exatamente um mês, no dia 5 de setembro, a grande quantidade de material pornográfico publicada na hashtag “#sextou” chamou a atenção dos internautas brasileiros. Na época, a marca sofreu uma enxurrada de material de sexo e nudez explícita. O assunto logo se tornou um dos assuntos mais comentados em outras redes sociais.

Em resposta à publicação do Olhar Digital na época, o Instagram anunciou que limitaria o alcance das publicações com a marca. A rede social disse ainda que manteria as restrições até que tivesse tomado as ações necessárias. Entretanto, tudo indica que os problemas da plataforma com pornografia estão longe do fim.