A 5G Americas, associação global dos principais provedores de serviços e fabricantes do setor de telecomunicações, divulgou um estudo que prevê dez bilhões de conexões móveis no mundo inteiro até 2023. De acordo com a previsão, a tecnologia 5G também deve atingir o marco de 1,3 bilhão de conexões globais até 2023.

O número de conexões LTE também mantém sua trajetória de crescimento na América Latina e Caribe, e com previsão de atingir 500 milhões de assinaturas até 2022. A liderança da América do Norte em conexões LTE será substituída pelo crescimento inicial de conexões 5G em 2019, e as projeções mostram que a região deve contar com 186 milhões de conexões 5G até 2023, representando 32% do mercado.

publicidade


“A LTE está mantendo seu ritmo de crescimento, agregando 239 milhões de conexões no mundo inteiro durante o terceiro trimestre de 2018”, disse Kristin Paulin, Analista Sênior da Ovum, uma das empresas de consultoria e análise de mercado que fazem parte da 5G Americas. “De acordo com as previsões da Ovum, a LTE devem manter essa trajetória até 2022, com o número de assinaturas entrando em queda em 2023 com o crescimento da 5G. No entanto, em 2023 a GSM, HSPA e LTE ainda estarão em operação”.

No mundo inteiro, a LTE deve manter este ritmo de crescimento, alcançando mais de 6 bilhões de conexões em 2022, quando deve registrar participação de mercado de 61%.

A instalação de novas redes LTE e a modernização de redes já em operação continua e, no meio de dezembro, a TeleGeography (GlobalComm) anunciou que 624 redes comerciais LTE estão em operação no mundo inteiro, e 282 destas operadoras já migraram para a LTE-Advanced.

Previsões do mercado de LTE e 5G para a América do Norte

Inicialmente, a América do Norte deve liderar a implementação da tecnologia 5G, como as quatro operadoras nacionais prevendo lançamentos comerciais em 2018 ou 2019. A Ovum está prevendo que a América do Norte deve contar com 336 mil conexões 5G até o final de 2019, representando 47% de todas as conexões globais 5G.

“A adoção comercial da tecnologia 5G está em sua fase inicial nos Estados Unidos, e todas as operadoras nacionais desenvolveram planos para adotar a tecnologia”, disse Chris Pearson, Presidente da 5G Americas. “A adoção da 5G é um ponto de inflexão para a inovação, por que o setor estará viabilizando o desenvolvimento de novos aplicativos e serviços”.

Na América do Norte, as redes 5G devem se aproveitar da forte plataforma LTE que já existe na região. Neste continente, a LTE registrou 390 milhões de conexões com taxa de penetração de 107% no terceiro trimestre de 2018, com uma população de 365 milhões de pessoas. Essa taxa de penetração pode ser comparada com a penetração nas duas regiões mais próximas, 87% na Oceania e Leste e Sudeste Asiático e 71% na Europa Ocidental.

Além de registrarem uma taxa de penetração muito maior, os EUA e o Canadá possuem a maior participação de mercado da LTE entre todas as tecnologias móveis, com 78%, contra 65% na Oceania e Leste e Sudeste Asiático e 50% na Europa Ocidental. A participação de mercado reflete a porcentagem de conexões móveis sem fio que dependem da tecnologia LTE, comparada com todas as outras tecnologias móveis.

  • 390 milhões de conexões LTE, um ganho líquido de 51 milhões de novos clientes LTE no mesmo período.

  • A LTE deve atingir 473 milhões de conexões até o final de 2020 (incluindo M2M)

  • Previsão de 32 milhões de conexões 5G em 2021 – 6% de todas as conexões 5G na América do Norte – crescendo para 186 milhões de conexões 5G em 2023, representando 32% daquele mercado.

Previsões do mercado de LTE e 5G para a América Latina e Caribe

A LTE mantém sua trajetória de crescimento rápido na América Latina, e a tecnologia será um componente chave para a implementação e adoção da 5G nessa região. A LTE atingiu mais de 250 milhões de conexões na região até o terceiro trimestre de 2018.

“Os primeiros testes com a tecnologia 5G foram realizadas em 2016, e a primeira rede comercial 5G deve entrar em operação em 2019. Ao mesmo tempo, essa nova tecnologia precisa de 4 ou 5 anos para estabelecer uma presença forte na região e, com isso, a LTE ainda será a tecnologia de banda larga móvel mais importante no curto prazo”, disse José Otero, Diretor da 5G Americas para a América Latina e o Caribe.

  • A LTE manteve sua trajetória de crescimento e sua participação de mercado aumentou de 26% para 37% nos doze meses até setembro de 2018.

  • Total de 698 milhões de assinaturas banda larga móvel, incluindo 257 milhões de conexões LTE; 78 milhões de novas assinaturas LTE acumuladas desde o 3T 2017 e 17,5 milhões de novas conexões LTE apenas no terceiro trimestre.

  • A LTE deve atingir 510 milhões de conexões até o final de 2022 (incluindo M2M) e uma participação de mercado de 67% com um total de 767 milhões de conexões

Previsões do mercado de LTE e 5G: mercado global

As previsões para a LTE ainda mostram forte crescimento, e a tecnologia deve atingir os marcos de praticamente 4 bilhões de conexões até o final de 2018; mais de 5 bilhões até 2020;  e aproximadamente 6 bilhões até 2022, quando o crescimento da LTE deve desacelerar com o crescimento da tecnologia 5G. Em 2023, a LTE deve apresentar retração para 5,7 bilhões de conexões, em conjunto com praticamente 1 bilhão de conexões GSM e 2 bilhões de conexões HSPA.

A 5G deve iniciar sua trajetória de crescimento em 2019, com menos de 1 milhão de conexões globais; a tecnologia deve contar com 37 milhões de conexões em 2020 e depois quadruplicar esse número para 156 milhões de conexões em 2021; em 2022, a 5G deve passar o marco de 500 milhões de conexões e chegar a 1,3 bilhões de conexões em 2023.

  • 972 milhões de novas assinaturas LTE nos 12 meses desde o 3T 2017; Crescimento de 35%;

  • 3,7 bilhões de conexões LTE de um total de 8,45 bilhões de conexões celulares no mundo; a participação do mercado global da LTE é 44% ;  

  • Conexões LTE devem atingir o marco de 6 bilhões até o final de 2022 (inclui M2M)

  • Participação de mercado global de 61% prevista para a LTE até final de 2022;

  • A 5G deve atingir 1,3 bilhões de conexões até o final de 2023.

Há mais informações nessa série de estatísticas em gráficos sobre a família de tecnologias móveis, disponibilizadas pela 5gmericascas.org.