EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Está em desenvolvimento um filme baseado em Breaking Bad, e, ao que tudo indica, assinantes da Netflix terão prioridade para assistir ao longa. Isso porque a companhia deve contar com os direitos de exibição do material em parceria com a emissora americana AMC, que exibiu o seriado originalmente. As duas empresas também mantém uma parceria com a exibição da série Better Call Saul.

Além da parceria entre as empresas, Vince Gilligan, o criador da série também teria pesado a favor do acerto com a Netflix, por causa da importância e relevância do serviço de streaming. O conteúdo estreará primeiro na Netflix e depois irá para o canal de TV, segundo reportagem do site Deadline.

publicidade

Durante suas cinco temporadas, o programa conseguiu unir sucesso de crítica e de público. O bom resultado levou a uma expansão do seu universo com a série Better Call Saul, que narra a vida de um dos personagens do advogado corrupto Saul Goodman. 

Reprodução

Vince Gilligan manifestou em mais de uma ocasião a importância do Netflix para a série e como agente relevante para a evolução da televisão. “Netflix nos manteve no ar, e por isso estamos aqui agora (recebendo o prêmio). Senão, creio que a série não teria durado mais de duas temporadas. É uma nova era na televisão”, disse Gilligan durante seu discurso de aceitação de prêmio no Emmy em 2013.

A Netflix estreava as temporadas de Breaking Bad depois de sua emissão na AMC, mesma tradição que segue com Better Call Saul, e ambas as séries estão entre as mais vistas da plataforma.

publicidade

Sabe-se pouco sobre o filme baseado em Breaking Bad. O roteiro e a direção devem ficar por conta de Vince Gilligan, que também vai contar com auxílio de nomes envolvidos em Better Caul Saul. Ainda não há previsão de quando o filme será lançado, mas o ator Aaron Paul deve retornar para interpretar Jesse Pinkman, especulado como o protagonista da trama.

-> Netflix: história, preços e como usar o serviço de streaming de vídeo