EnglishPortugueseSpanish

O processo de Alfonso Ribeiro (conhecido como Carlton na série Um Maluco no Pedaço) contra a 2K e a Epic Games, criadoras de Fortnite, ganha mais um capítulo. As empresas estão sendo processadas pelo ator por suposto uso indevido de passos de dança que foram criados exclusivamente para seu personagem da série. A dança faz parte de uma espécie de comemoração presente no jogo Fortnite.

O US Copyright Office, que é responsável pelo registro de patente de propriedades intelectuais nos EUA, negou o pedido de registro de direito autoral. Isso porque foi considerado que há uma diferença entre uma simples dança e uma coreografia. O escritório determinou que uma dança de “três passos” é bem diferente de uma coreografia completa, e que isso não é suficiente para que seja registrado como propriedade intelectual.

publicidade

Antes de entrar com o processo, Ribeiro deveria ter requerido o registro de patente. Sem ele, dificilmente o processo vai seguir em frente. Um grande número de danças inspiradas em obras da cultura pop tem aparecido em jogos, algumas delas bem mais complexas que as de Ribeiro.

A Microsoft e a Playground Games retiraram emojis de Forza Horizon 4, pois no jogo há algumas danças conhecidas como forma de comemoração. A Microsoft não está envolvida em nenhum processo legal em relação a isso, então a decisão foi tomada como forma de precaução.