EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O projeto Titan, que tinha o objetivo de desenvolver carros autônomos da Apple foi anunciado há quase um ano. Mas, antes mesmo de ganhar forma, a empresa anunciou demissões de quase todos os colaboradores envolvidos.

Alguns rumores já haviam sido divulgados sobre a mudança de rumo que a gigante de Cupertino promoveria e a confirmação veio com a publicação de uma carta ao Departamento de Desenvolvimento de Emprego da Califórnia. Cerca de 190 funcionários estão sendo desligados de suas atividades e até o dia 16 de abril devem deixar a Apple.

publicidade

As notícias começaram a especular a ação no mês passado (janeiro) e foram apontadas primeiramente pela CNBC. Algumas pessoas de dentro da empresa já alegavam que uma reestruturação iria acontecer e que parte dela seria refletida em demissões e parte em reposicionamento da equipe.

Por enquanto o que se sabe é o que o jornal San Francisco Chronicle apontou: serão 38 gerentes de programas de engenharia, 33 engenheiros de hardware, 31 engenheiros de projeto de produto e 22 engenheiros de software demitidos. Pode ser que o restante ainda não divulgado seja apenas remanejado para outras outras empresas ou mudarão de área dentro da própria Apple.

A multinacional americana ainda não foi confirmou se o projeto de desenvolver carros e produtos para o setor da mobilidade será cancelado por completo. Além disso não houve nenhum comentário sobre a repercussão da carta e nem se um posicionamento oficial em relação ao Projeto Titan. 

Fonte: CNet

publicidade