EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Há alguns anos, quando a internet ainda era mato e pés de fruta, o MySpace foi uma rede social muito relevante e que contava com mais de 100 milhões de membros. No entanto, ela perdeu muito espaço com o surgimento de outras plataformas, como o Facebook e o Twitter. E nem mesmo um novo reposicionamento de marca, focada em se apresentar como uma fonte de novas músicas, em 2013, ajudou a empresa a se manter relevante. Contudo, a pá de cal sobre a plataforma foi dada agora. E a responsabilidade é da própria companhia.

Durante uma migração de servidores, a empresa perdeu mais de 50 milhões de músicas armazenadas na rede, além de uma quantidade não revelada de fotos e vídeos, do período de 2003 a 2015. “Como resultado de um projeto de migração de servidores, quaisquer fotos, vídeos e arquivos de áudio que você enviou há mais de três anos podem não estar disponíveis no MySpace”, comunicou a companhia. Para aqueles que quiserem mais informações sobre seus arquivos perdidos, a empresa recomendou que os usuários entrem em contato com a área responsável pela proteção dos dados.

publicidade

Apesar do grande volume de dados perdidos ter surpreendido os usuários, incidentes menores já eram comuns para o MySpace. É só  fazer uma pequena pesquisa no Reddit para encontrar muitos resultados de threads reclamando do funcionamento da plataforma desde o início de 2018. Reprodução

 

“Cara eu preciso das minhas músicas, espero que eles consertem isso logo”

“Eu mandei um e-mail para a equipe de suporte e recebi isso… uma certa mensagem de destruição, então não sei. Tenho pouca esperança neles”

publicidade

Em um e-mail enviado em fevereiro de 2018 pela equipe do My Space publicado pelo usuário JodiXD, a empresa diz: 

“Temos um problema com todas músicas/vídeos colocados na rede há mais três anos. Nós estamos cientes do problema e eu fui informado que será resolvido, entretanto, não existe uma previsão de tempo para que isso aconteça. Até que seja solucionado, a opção de download não está disponível. Desculpa pela inconveniência que isso está causando”. 

Portanto, o que parece é que as falhas no sistema são muito mais antigas e não conseguiram ser solucionadas pela empresa. Ou seja, há pouca esperança de recuperação de qualquer arquivo perdido. 

Isso enfureceu muitos usuários do MySpace, que consideravam o site um depósito seguro de documentos de uma era remota da internet e que acreditavam no potencial do site. A situação ainda gerou teorias como a de Andy Baio, tecnólogo e blogueiro, de que a companhia provavelmente não perdeu os arquivos acidentalmente, e sim, utilizou essa desculpa como meio de se livrar do peso morto que estava por lá há décadas.

Fonte: Digital Trends