EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Apple acaba de lançar o upgrade de seu streaming de notícias, o Apple News+, mas sua tela de assinatura se tornou mais um exemplo de como a empresa não aplica as regras que estabelece. Segundo o The Verge, essa é a quarta vez em quatro meses que a marca faz algo do tipo — e agora promove seu conteúdo de maneiras que são proibidas para os desenvolvedores. Nas vezes anteriores, a Apple enviou notificações push para divulgar o Apple Music, o Carpool Karaoke e o Apple Music no Amazon Echo. 

Basta selecionar o botão “Experimente grátis”, confirmar o pagamento e passar a navegar — essa ação simples é parecida com a que a companhia proíbe que os desenvolvedores façam. Normalmente, a Apple protege os usuários contra taxas recorrentes e exige que os criadores apresentem números grandes na tela para que seja óbvio para o cliente em que ele está se envolvendo, com que frequência pagará e o que deve fazer para cancelar se decidir que não está mais interessado.

publicidade

Talvez isso não seja um grande problema em um primeiro momento, mas com o tempo o usuário pode querer cancelar. Esse recurso está no aplicativo (em Seguindo> Gerenciar assinaturas), bem como em Configurações e nas páginas do app na App Store. Ao ser questionada pelo The Verge, a empresa afirmou que “há uma opção para cancelar no próprio aplicativo” e que a falta dela passou despercebida nos testes.

Fonte: The Verge