O novo documento começa chegar ao dia a dia dos brasileiros no segundo semestre. Inicialmente, acreditava-se que ele seria emitido apenas para quem já estivesse na base de dados da Justiça Eleitoral, já tendo feito o registro da biometria. Mas, hoje, o Tribunal informou que todos os brasileiros – já cadastrados ou não – poderão emitir o novo documento. A princípio, esse será um documento 100% digital – com versões para tablets e smartphones. Batizado de DNI – Documento Nacional de Identidade – ele terá validade em todo o território brasileiro e terá um novo número – diferente do seu número de RG. Ou seja, na prática, todos vamos ganhar mais um número no dia a dia, o RG, o CPF e, agora o DNI.

publicidade