EnglishPortugueseSpanish

Virgin Orbit quer inovar os lançamentos de foguetes

Redação 30 de abril de 2019
publicidade

Novos detalhes sobre as operações da Virgin Orbit começam a chegar ao conhecimento público. Primeiro, a empresa de Richard Branson anunciou que havia escolhido a ilha de Guam – um pequeno paraíso no meio do Oceano Pacífico – como sua principal base de lançamentos. Agora, surgem mais informações sobre o método peculiar de lançamento de foguetes desenvolvido pela empresa. Em vez de usar uma plataforma de lançamento tradicional, a Virgin Orbit adaptou um Boeing 747 para carregar o seu lançador. Depois de atingir a altitude de cruzeiro de 35.000 pés, e sempre sobre a água, o lançador pode ser acionado, para disparar os foguetes que foram desenhados para levar pequenos satélites até a órbita do planeta. E quando falamos de pequenos satélites, eles são pequenos mesmo – mais ou menos do tamanho de uma máquina de lavar roupas. Acontece que esses pequenos satélites são uma das áreas mais quentes da indústria aeroespacial no momento. Há vários projetos em diferentes países que querem usar redes desses pequenos satélites para levar a internet a locais remotos e para melhorar a velocidade das conexões em áreas já atendidas. Outra empresa que aposta no lançamento de foguetes a partir de aviões é a Stratolaunch que, recentemente, testou o maior avião do mundo. A empresa, que foi fundada por Paul Allen – companheiro de Bill Gates na criação da Microsoft – também planeja usar seu avião gigante para lançar foguetes com satélites com destino à órbita terrestre.

publicidade