EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Mais um capítulo da novela sobre a chegada do Galaxy Fold, smartphone dobrável da Samsung, veio à tona. Depois de as unidades de teste enviadas para a imprensa americana terem apresentado defeitos após um dia normal de uso, a empresa recolheu essas aparelhos para verificar o que ocorreu. Com isso, a data de lançamento do modelo, que seria no dia 26 de abril, foi adiada.

Agora, a Samsung disse que vai cancelar todas as pré-vendas do aparelho caso não consiga enviá-los para os consumidores até o dia 31 de maio – isso vale para aqueles que não confirmarem que ainda têm interesse no dispositivo, segundo reportagem da agência de notícia Reuters. “Se você não se pronunciar sobre o pedido e nós não conseguirmos enviá-lo até 31 de maio, ele será automaticamente cancelado,” afirmava a mensagem presente em um e-mail enviado para os clientes que reservaram o Galaxy Fold.

publicidade

Quando o atraso no lançamendo do Galaxy Fold foi anunciado, a Samsung disse que estava tomando medidas para “deixar o display mais resistente” por conta das reclamações. Com a nova data de chegada do modelo ainda desconhecida, muitos usuários se questionaram se o dispositivo, de fato, veria a luz do dia.

A operadora AT&T lançou uma luz sobre isso, e informou aos seus clientes que o envio seria feito no dia 13 de junho. Entretanto, como a Samsung já informou que os pedidos seriam cancelados ao final de maio e sua data de lançamento ainda estava indefinida, provavelmente, era de se esperar um posicionamento da fabricante sul-americana em relação a essa informação da operadora, o que, pelo menos até agora, não ocorreu. Aparentemente, a era dos smartphones dobráveis não começará com a Samsung.

VIA: Reuters

publicidade