EnglishPortugueseSpanish
publicidade

É comum que os salários sejam um tabu: ninguém gosta de falar sobre eles e considera até deselegante entrar nesse assunto. Menos quando se trata dos maiores CEOs do mundo — nesse caso, a curiosidade é quem manda.

Uma lista recente elaborada pela Equilar e publicada pelo The New York Times mostra os presidentes de empresa mais bem pagos do mundo. No topo está Elon Musk, da Tesla: em 2018, seus rendimentos somaram US$ 2,3 bilhões. O segundo colocado é David M. Zaslav, da Discovery, com US$ 129 milhões.

publicidade

Nesse ranking, os lucros de Elon Musk cobrem os dos 65 CEOs seguintes. “Alguns pagamentos são tão grandes que são difíceis de compreender”, informa a publicação. Isso acontece porque o conselho de administração da Tesla aceitou premiar o CEO, durante uma década, sempre que forem atingidas metas de capitalização.

Em resposta à publicação, a Tesla diz que “Elon ganhou US$ 0 em remuneração total da Tesla em 2018. (…) Elon não recebe salário nem bônus em dinheiro (…), apenas um arriscado prêmio de desempenho, projetado com marcos ambiciosos — como duplicar a capitalização de mercado atual da Tesla de aproximadamente US$ 40 bilhões para US$ 100 bilhões”.