EnglishPortugueseSpanish
publicidade

De acordo com uma reportagem do Android Police, é possível que o Galaxy Note 10, o aguardado smartphone top de linha da Samsung, não possua qualquer entrada de conexão para fones de ouvido. E em um movimento mais ousado por parte da fabricante sul-coreana, até mesmo botões físicos externos de volume ou para ligar e desligar o aparelho podem desaparecer.

O site alega que, segundo uma fonte familiarizada com os planos da Samsung, as teclas serão substituídas por áreas sensíveis à pressão ou sensores capacitivos, provavelmente destacadas por algum tipo de ‘relevo’ e/ou textura ao longo da borda (ou seja, um botão falso).

publicidade

A Samsung adota uma postura firme ao manter o conector de 3,5mm para fones de ouvido. Porém, em 2019, a gigante praticamente está sozinha nessa posição em relação a telefones de ponta. Fabricantes como Google, OnePlus, Huawei e Apple abandonaram a entrada física em seus dispositivos premium. O Mi 9 da Xiaomi, o 20 Pro da Honour e o Reno da Oppo também já não possuem o conector.

Ainda que a novidade não seja oficial (por enquanto), podemos especular por que a Samsung adotaria essa medida. A remoção do conector gera um espaço precioso adicional para aprimorar a capacidade da bateria, além de reduzir a complexidade do projeto e aumentar a resistência a poeira e líquidos. O mesmo argumento pode se aplicar aos botões, que são outro ponto falho nesse sentido e que, teoricamente, poderiam ser eliminados.

Um dos inconvenientes menos conhecidos para a remoção dessas ferramentas é que a retirada de seus recortes protegem melhor os pontos mais fracos nos corpos unibody de alumínio que constituem a maioria dos telefones de ponta. Isso pode permitir que a Samsung crie um design de smartphone mais fino e leve, sem comprometer a rigidez da estrutura.

A linha Note sempre foi um terreno fértil para os planos mais ousados e ambiciosos da Samsung em quesitos como design e recursos, e é uma queridinha dos fãs mais fanáticos da fabricante sul-coreana. Estes rumores são antigos e não se sabe se essas mudanças serão aplicadas também ao futuro S11. Veremos em breve – quem sabe, ainda no segundo semestre – se os consumidores vão aprovar mais essas novidades.

publicidade

Fonte: Android Police