E se alguém duvidava da aplicação da internet em balões do Google, não há mais motivos para duvidar. No último domingo, quando um forte terremoto atingiu o Peru, a Alphabet, empresa que opera o projeto Loon, entrou rapidamente em ação. Com balões como este, com toda infraestrutura para receber e transmitir o sinal de internet a bordo, a proposta é levar sinal para áreas rurais e de risco. Em 48 horas, a iniciativa permitiu que os afetados pelo desastre se mantivessem conectados e pudessem se comunicar com as forças de resgate. O resultado é uma das provas do potencial do projeto. Esta não foi a primeira vez que a Loon ofereceu conectividade após um desastre. O projeto entregou sinal de internet para mais de 100 mil pessoas em Porto Rico, depois que o furacão Maria passou por lá em 2017. Mas, na ocasião, a empresa levou quatro semanas para conectar os balões online. No Peru, a diferença é que a Loon já estava negociando um contrato comercial com a operadora Telefónica, logo a conexão pode ser implementada muito rapidamente.

publicidade